Notícias


O canteiro de obras do interior

O canteiro de obras do interior

Ribeirão Preto se tornou, nos últimos meses, um canteiro de obras de grandes projetos imobiliários. Há cinco hotéis em construção e outros cinco em análise na prefeitura – que farão a cidade ter mais 1000 quartos disponíveis. 

Na zona sul do município, onde ficam os imóveis de alto padrão, estão sendo erguidos um complexo de prédios residenciais e comerciais e um condomínio de casas. Fora isso, está prevista a inauguração de três shopping centers nos próximos meses. “De forma geral, moradores de várias cidades vizinhas têm interesse e morar em Ribeirão por causa da oferta de universidades e de serviços como shoppings”, diz Paulo Pinheiro, sócio-diretor da corretora Lopes. 

A Universidade de São Paulo tem 25 cursos de graduação ali, como os de administração e medicina, e a FAAP e a Fundação Getúlio Vargas oferecem cursos de pós-graduação. Como esperado, à medida que as construções se tornam mais frequentes, os preços dos imóveis sobem menos. 

Em 2012, a valorização foi de 7% inferior a média do país, de 11,5%. “A tendência, agora, é de acomodação dos preços, até que os novos empreendimentos sejam vendidos e ocupados”, diz Aguinaldo Rodriguez da Silva, presidente do Sindtur, sindicato que representa o mercado imobiliário local. Os bairros mais valorizados como o Alto da Boa Vista, Jardim América e Jardim Canadá, ficam próximos a uma das principais avenidas da cidade, a Professor João Fiúsa.

 

RIBEIRÃO PRETO

IMÓVEIS USADOS - Bairros por faixa de preço médio do metro quadrado, em reais:

 

De 1500 a 2000: Jardim João Rossi

  

De 2001 a 2500: Campos Elíseos, Jardim Antártica, Jardim Interlagos, Jardim Mosteiro, jardim Palmares, Parque dos Lagos, Parque Residencial Cândido Portinari, Planalto Verde, Portal do Alto e Vila Virgínia

 

De 2501 a 3000: Centro, City Ribeirão, Flórida, Ipiranga, Jardim Anhanguera, Jardim Castelo Branco, Jardim Greenville, Jardim Independência, Jardim Macedo, Jardim Novo Mundo, Jardim Palma Travassos, Jardim Paulistano, Jardim São José, Jardim Sumaré, Jardim Zara, Nova Ribeirânia, Parque dos Bandeirantes, Parque Industrial Lagoinha, Presidente Médici, Sumarezinho e Vila Monte Alegre.

 

De 3001 a 3500: Higienópolis, Iguatemi, Jardim Califórnia, Jardim Paulista, República, Santa Cruz do José Jacques, Vila Mariana, Vila seixas e Vila Tibério

 

De 3501 a 4000: Jardim Botânico, jardim Irajá, Jardim Nova Aliança, Jardim São Luiz, Ribeirânia, Santa Cruz, Vila Amélia e Vila Ana Maria

 

De 4001 a 4500: Alto da Boa Vista, Bosque dos Juritis, Jardim Canadá, Jardim Nova Aliança Sul, Jardim Santa Ângela, Residencial Ipê Roxo e Vila do Golf

 

De 4600 a 5300: Jardim América e Morro do Ipê

 

Fonte: Revista Exame, 15 de maio de 2013